Não desistirei de ti

Todo o tempo que me dás e que é tão pouco

Mas simultâneamente tão intenso

São uma sucessão de momentos que desfruto

Até ao mais íntimo do meu ser

Enquanto o fizeres

Farei da minha vida

Uma soma de sorrisos e alegrias.

Não desistirei de ti !

Não posso, nem quero

Porque estaria a desistir de ser feliz !

E ser feliz contigo…

É um espectaculo imperdível !!!

 

Dia da Poesia

Poesia é uma forma de se expressar e transmitir sentimentos, emoções e pensamentos.

Declamando ou escrevendo, fazer poesia é expressar-se de forma a combinar palavras, mexer com o seu significado, utilizar a estrutura da mensagem. Isto é a função poética.

Antigamente, as poesias eram cantadas, acompanhadas pela lira, um instrumento musical muito comum na Grécia antiga.Por isto, diz-se que a poesia pertence ao gênero lírico.

Hoje, 14 de Março, é considerado o Dia Nacional da Poesia, pois foi nesta data que nasceu o grande poeta brasileiro Castro Alves.

Poeta romântico, Castro Alves morreu de tuberculose na capital baiana Salvador em 06 de julho de 1871, com apenas 24 anos. Castro Alves escreveu obras clássicas como “Navio negreiro” e “Espumas flutuantes”.

 
Faça um poema e mostre o poeta que existe em você!!!

Recomeçar

recomeçar

Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou… o que importa é que sempre é possível, e necessário, “Recomeçar”.

Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo, é renovar as esperanças na vida, e o mais importante, acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado.
Chorou muito?
Foi limpeza da alma.
Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia.

Tem tanta gente esperando apenas um sorriso seu para “chegar” perto de você.

Recomeçar… Hoje é um bom dia para começar novos desafios. Onde você que chegar? Ir alto, sonhe alto, queira o melhor do melhor… Pensando assim, trazemos pra nós aquilo que desejamos. Se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos. Já se desejarmos fortemente o melhor, e principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar em nossa vida.

Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura.

 
Carlos Drummond de Andrade

De que adianta…

De que adianta o sol sem o brilho dos teus olhos

A iluminar meus caminhos mais escuros

De que adianta o sol sem o calor do teu corpo

A me aquecer nos dias mais frios e solitários

 

De que vale o céu sem o azul dos teus olhos

Para trazer a paz celestial que só você me traz

De que vale as rotações e translações da terra

Sem o teu sorriso o meu mundo permanece inerte

 

De que vale as nuvens, as estrelas e tudo mais

Se toda a beleza do mundo encontro em você

Se meu universo está na luz do teu olhar

Ah! Tolo Coração

Ah! tolo coração que se apaixona sem querer

E se machuca mais sem querer ainda

 

Ah! Tolo coração que teimas em não agir com a razão

Apaixonando-se desenfreadamente

Quase sempre pela pessoa errada

Machucando-se mais ainda no fim

 

Ah! Tolo coração

Que teimas tanto em sofrer, lutar

Mesmo sabendo que no final

Dificilmente vencerás

 

Mas de tanto sofrer e lutar

Quem sabe um dia aprenderá

E nesse dia você e razão serão apenas um

Assim com Eu e Ela

 

Poeticamente falando

Poeticamente falando seria meus dias Versos

Os Anos vividos Estrofes

E toda minha vida parte de um enredo maior

Um Romance em busca da tão almeja felicidade…

Se assim for não preciso ir longe pra encontrá-la

Pois tudo que preciso está no brilho dos teus olhos

 

por Alberis Fernandes Publicado em Poesia Com as etiquetas